Trilhas

Durante o percurso você terá a oportunidade de conhecer diferentes formações florestais, fauna diversificada, rios, córregos e cachoeiras que compõem o cenário dos roteiros ecológicos. Com uma biodiversidade vegetal superior à da Floresta Amazônica, a Mata Atlântica com os três ecossistemas - mata de encosta, manguezal e restinga - mostram a riqueza do patrimônio ambiental, em excelentes condições de preservação. Perto do solo acarpetado de folhas, a profusão de samambaias, trepadeiras, helicônias, bromélias e orquídeas apoiam-se sobre troncos de arbustos e cambucis, catuabas, ipês, palmitos etc. Caprichando no visual, os ipês tem floração amarela e as quaresmeiras, totalmente roxa.
Já os manacás recebem o nome científico de "tibouchinhas mutabilis", pois dão flores que vão mudando de tonalidade: nascem brancas , tornam-se rosadas, depois lilases e, finalmente, arroxeadas.


Conforme a estação do ano, a floresta oferece frutos exóticos como muricis, com ,os quais se faz delicioso suco, e ainda araçás, gabirobas, pitangas e pitagoibas. Quem se aventurar pela mata pode encontrar, pelo caminho, exemplares da fauna nativa, como saguis e bugios (da família dos macacos), tatus, cotias, lagartos, cobras, sapos e aves de solo - macuco, nhambus e urus. Também dão o ar de sua graça pássaros como os beija-flores, tiês, sabias e aves da família dos papagaios - saíras, periquitos, maritacas. Normalmente eles aparecem em grupos numerosos, fazendo a maior algazarra quando voam de uma árvore para outra. É difícil não perceber a presença de tucanos, joões-de-barro, gaviões e arapongas, descansando sobre os galhos. As borboletas azuis voltaram a voar entre a vegetação devido a conscientização ecológica que vem diminuindo o comércio das mesmas. Como se tudo isso não bastasse, há rios de águas frias e cristalinas , que alternam trechos de rápida correnteza e cachoeiras com diversas piscinas naturais. Lugares ideais para quem quiser refrescar a alma e o corpo ao lado da fauna aquática - pequenos peixes à procura de alimento, que não se importam em dividir seu habitat com o visitante.

O QUE A TRILHA ESPERA DE VOCÊ?

É necessário seguir algumas recomendações para garantir a qualidade atrativa dos roteiros de ecoturismo. Seguindo e difundindo estas recomendações, você estará ajudando a garantir que o lugar que está desfrutando hoje permanecerá sempre nas melhores condições, para você e para outros visitantes. Certifique-se que você possui uma forma de acondicionar seu lixo (sacos plásticos), para trazê-lo de volta. Aprenda a diminuir a quantidade de lixo, deixando em casa as embalagens desnecessárias. Mantenha-se nas trilhas pré-determinadas, não use atalhos. Os atalhos favorecem a erosão e a destruição das raízes e plantas inteiras. Não retire flores e plantas silvestres. Aprecie sua beleza no local, sem agredir a natureza e dando a mesma oportunidade a outros visitantes Ande em silêncio, preservando a tranqüilidade e a sensação de harmonia que a natureza oferece. Deixe rádios e instrumentos sonoros em casa. Não usar sabonete, shampoos ou cremes durante os banhos em rios e cachoeiras, não fumar ou ingerir bebidas alcóolicas. Respeitar as orientações dos guias e monitores, ajudar a preservar as trilhas e previnir acidentes. "TIRE APENAS FOTOGRAFIAS, DEIXE LEVES PEGADAS, E LEVE PARA CASA APENAS SUAS RECORDAÇÕES."

O QUE LEVAR PARA AS TRILHAS?


· Filtro solar; · Repelente; · Trajes de banho; · Toalha; · Muda de roupa; · Alimentos que não ocupem muito espaço (barra de cereal, chocolate, uva passa, frutas); · Água; · Sacos de lixo.

O QUE VESTIR NAS TRILHAS?

Como a temperatura varia entre 14 e 21 graus nos meses mais quentes, convém usar roupas claras, leves e confortáveis (tactel, microfibra, moletom, as roupas de tons escuros devem ser evitadas para não atrair insetos), além de boné, meia grossa, tênis ou botas para caminhadas. Leve também uma capa de chuva como precaução.

Mais informações pelo Disktour: 0800-173887.

1999 - 2005 - Todos os direitos reservados.
Santos Cidade
- Divulgando Santos.